top of page
Buscar

Os desafios do comércio exterior no ano novo chinês 2024


Dragão ano novo chinês

O ano novo chinês é uma das datas mais importantes para a cultura e a economia da China, mas também traz uma série de desafios para o comércio exterior. Neste artigo, vamos explicar o que é o ano novo chinês, como ele impacta a produção e o transporte de mercadorias na China e como os importadores e exportadores podem se preparar para essa época.


O que é o ano novo chinês?

O ano novo chinês, ou ano novo lunar, é a celebração da passagem de ano de acordo com o calendário lunar, que se baseia nos 12 ciclos da lua. Diferentemente do calendário gregoriano, que é seguido na maior parte do mundo, o calendário lunar não tem uma data fixa para a virada do ano, mas varia entre 21 de janeiro e 20 de fevereiro.

Cada ano no calendário lunar é associado a um dos 12 animais do zodíaco chinês, que se repetem a cada ciclo de 12 anos.


//O Ano novo chinês em 2024 será no dia 10 de fevereiro, as festividades duram cerca de duas semanas e as Fábricas podem fechar as portas durante esse período.

O ano novo chinês é uma festividade que dura cerca de 15 dias e envolve uma série de tradições e rituais, como a limpeza da casa, a preparação de pratos típicos, a troca de presentes e a realização de espetáculos de fogos de artifício e desfiles de lanternas coloridas. É também uma época em que as famílias se reúnem para celebrar e homenagear os ancestrais.


Como o ano novo chinês impacta a economia da China?


O ano novo chinês gera um grande movimento na economia da China, já que é uma das principais épocas de compras do ano. Lojas e mercados ficam lotados de clientes adquirindo presentes, roupas novas e decorações para a celebração.

No entanto, o ano novo chinês também provoca uma paralisação das atividades comerciais e industriais no país. Muitas empresas e fábricas fecham completamente durante uma semana ou mais a partir da véspera da virada, conhecida como Semana Dourada. Além disso, milhões de trabalhadores migram das grandes cidades para as áreas rurais para visitar suas famílias, causando um enorme congestionamento nos transportes públicos.

Essa interrupção temporária da produção e do transporte afeta diretamente o comércio exterior da China, que é o maior do mundo. A China é o principal parceiro comercial do Brasil, correspondendo por cerca de 30% das nossas exportações. Por isso, é fundamental que os importadores e exportadores brasileiros estejam atentos aos impactos do ano novo chinês nas suas operações.


Como o ano novo chinês 2024 impacta o comércio exterior e a logística internacional?


O ano novo chinês impacta o comércio exterior e a logística internacional de várias formas. Algumas delas são:



  • Alteração na demanda e nos preços dos produtos: O ano novo chinês também influencia a demanda e os preços dos produtos importados e exportados pela China. Por exemplo, a China é o maior consumidor de carne suína do mundo, e essa demanda tende a aumentar durante o ano novo chinês, elevando os preços do produto no mercado internacional. Por outro lado, a demanda por produtos como soja e minério de ferro, que são os principais itens exportados pelo Brasil para a China, tende a diminuir nesse período, afetando os preços e os volumes negociados.


Como importar e exportar da China durante o ano novo chinês?

Diante dos desafios impostos pelo ano novo chinês ao comércio exterior, é importante que os importadores e exportadores brasileiros se planejem com antecedência e adotem algumas medidas para evitar problemas e prejuízos nas suas operações. Algumas dessas medidas são:

  • Antecipar ou adiar os pedidos: Uma forma de evitar os atrasos e os custos extras causados pelo ano novo chinês é antecipar ou adiar os pedidos de importação ou exportação da China. Assim, é possível garantir que as mercadorias sejam produzidas e enviadas antes ou depois do período crítico, evitando surpresas desagradáveis.


  • Manter uma boa comunicação com os fornecedores e clientes: Outra forma de minimizar os impactos do ano novo chinês é manter uma boa comunicação com os fornecedores e clientes chineses. É importante confirmar com eles as datas de fechamento e reabertura das empresas, os prazos de entrega e as condições de pagamento. Também é recomendável informar aos clientes sobre possíveis atrasos ou alterações nos pedidos e buscar soluções alternativas em caso de problemas.


  • Monitorar o mercado e as tendências: Por fim, é essencial que os importadores e exportadores brasileiros monitorem o mercado e as tendências do comércio exterior durante o ano novo chinês. Isso envolve acompanhar as variações na demanda e nos preços dos produtos, as oscilações nas taxas de câmbio e as mudanças nas políticas comerciais da China. Assim, é possível se adaptar às novas condições e aproveitar as oportunidades que surgirem.


Ano Novo Chinês 2024: O ano do dragão

O ano novo chinês é uma data muito importante para a China, mas também traz uma série de desafios para o comércio exterior. Por isso, é fundamental que os importadores e exportadores brasileiros estejam preparados para lidar com esses desafios e minimizar seus impactos nas suas operações. Com planejamento, comunicação e monitoramento, é possível manter uma boa relação comercial com a China durante essa época.

A FORVM indica um bom planejamento e previsibilidade de prazos para que sua empresa não sofra com problemas de falta de insumos ou prateleiras vazias. Precisa planejar uma importação da China para fevereiro de 2024? Entre em contato com nossa equipe de especialistas e tenha a simulação de custos de importação grátis.



 

Lucilene Queiroz

Sobre a redatora: Lucilene Queiroz é formada em Comércio Exterior pela Univille desde 2019, atual Analista de Comércio Exterior Pleno da FORVM, possuí vasto conhecimento e experiência em COMEX, capacitada a realizar todas as etapas de processos de importação e exportação. Quando não está a trabalho, Lucilene gosta de cuidar da saúde do corpo e da mente, por meio de esportes como o beach tennis, vôlei de areia, músicas e podcasts.

978 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page